Sobre intakes de filtro de ar.

ADENDO DE 2020: Este artigo é de 04/2019. De lá para cá, surgiram opções boas no mercado que alegam comprovar ganhos no dinamômetro, como da Nox e da Race Chrome, ambos com um escudo de proteção. Quando tivermos

Antes de tudo, vale dar uma lida no artigo do Flatout:
Os cold air intakes (CAI) realmente funcionam?

Partindo daí, iremos relatar diversas experiências de usuários do grupo.

O RS, ao contrário de alguns outros automóveis, não tem uma intake pronta no mercado, como as da K&N ou as mais simples e nacionais da Race Chrome.

Mas, nem por isso, os proprietários deixaram de se aventurar nos seus próprios projetos. Mas isso levanta uma série de hipoteses.

COMO SÃO OS PROJETOS MAIS COMUNS?

Os projetos mais comuns esticam o duto da admissão de ar até ali próximo do parachoque. Como os das imagens abaixo:

FUNCIONA?

Os usuários que fizeram testaram de duas formas: dinamômetro ou temperatura da entrada do ar segundo dados extraídos por OBD.

Os que mediram no dinamômetro relataram que foi medida uma leve redução na potência. Os que mediram a temperatura por OBD encontraram resultados mistos e inconclusivos, variando de pouco ganho até a um eventual aumento na temperatura puxada, em casos onde o carro estava em trânsito pesado.

QUER DIZER QUE CAI NÃO FUNCIONA NO RS?

Não. Só quer dizer que precisa ser bem pensada. Não é só colocar um tubo até ali e pronto. Veja o exemplo do Frota, da F-Spec:

https://www.youtube.com/watch?v=kbNOJSecRdg

ENTÃO… O QUE EU POSSO FAZER?

Bom, você pode tentar fazer um projeto que tenha um escudo de calor e aproveite algo similar ao duto original, como abaixo:

Repare como o filtro fica dentro de uma caixa que o isola do resto do calor do motor. Esse é o de uma BMW Z4. É possível fazer algo parecido em qualquer carro usando chapas de alumínio.

Ou você pode fazer algo que pegue mesmo sem ganho algum, só pelo ganho do ronco por tirar restrição da caixa do filtro. Neste caso, tem um pessoal que faz praticamente uma “short ram intake” ou “warm air intake”: coloca o filtro direto no tubo original e prende com algumas braçadeiras.

Se você não estiver disposto a isso, talvez a melhor solução deve ser os filtros de ar inbox. Temos os da K&N (modelo K&n 33-3007) ou o da RS Filtros (só clicar para o link direto do site deles).

São laváveis, dão uma leve encorpada no ronco (se estiver sem a tampa “for track”) e não necessitam de nenhuma modificação além da troca do filtro.